ANEL VAGINAL

Método Hormonal

Anel de plástico flexível que libera continuamente hormônios, colocado na vagina pela usuária.

ANEL
VAGINAL

Método Hormonal

Anel de plástico flexível que libera continuamente hormônios, colocado na vagina pela usuária.

REGIME

TODO
MÊS

CARACTERÍSTICAS

Elevado nível de eficácia

De fácil obtenção

Fácil de usar

 

    ANEL

    O anel vaginal se parece muito com um misto de pulseira com fita elástica, simples e funcional - mas é muito mais inteligente do que isso. É um anel transparente e flexível de polietileno vinil acetato que, depois de inserido na vagina, vai aos poucos liberando os hormônios progesterona e estrogênio no corpo para evitar que os ovários liberem óvulos. Ele também torna o muco cervical espesso, o que impede o esperma de chegar até o óvulo.
    Ele é deixado no lugar por 3 semanas e depois você o retira, faz uma pausa de uma semana e então insere um novo anel.

    Anel Vaginal - Método Hormonal

    COMO FUNCIONA

    O anel fica encostado à parede vaginal, de forma que você o coloca da mesma forma que um absorvente interno, mas por causa de sua forma você talvez ache um pouco complicado, mas a maioria das usuárias é entusiasta da técnica "dobre e gire". Lave as mãos, em seguida aperte o anel entre o polegar e o dedo indicador e insira-o na vagina, empurrando-o mais para cima até encostar na parede vaginal. Depois de inserido, veja se a posição do anel não está incomodando. Você não precisa retirá-lo antes de fazer sexo. Deixe-o no lugar por 3 semanas e depois retire-o. Passada uma semana coloque um novo anel. O seu período menstrual deve começar durante essa pausa de uma semana sem anel. Se o anel sair da vagina e ficar fora por mais de 3 horas, recoloque-o, mas utilize outro método contraceptivo, como preservativo, até ele permanecer no lugar por 7 dias seguidos. Leia as instruções e fale com um profissional da área de saúde para solicitar orientações sobre o que fazer.

    VANTAGENS E DESVANTAGENS

    • Altamente eficaz
    • É fácil de inserir e retirar
    • Não requer controle diário
    • Não interrompe a vida sexual, permitindo desfrutá-la com espontaneidade
    • Exige que você controle o número de semanas que permanece no lugar
    • Pode causar corrimento, desconforto na vagina e irritação
    • Em algumas pessoas pode causar dores de cabeça e alterações de humor
    • Pode causar alteração do peso
    • Outros riscos são semelhantes aos dos contraceptivos orais (pílula combinada)
    • Não protege contra infecção por HIV (AIDS) e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs)
    • É raro mas algumas mulheres podem apresentar coágulos (trombose), ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

    APRENDA A FALAR SOBRE ISSO COM:

    Profissionais da Área da Saúde

    Profissionais da Área da Saúde

    O profissional da saúde é a pessoa indicada para orienta-la e auxilia-la na escolha do melhor método contraceptivo para o seu caso. Antes de realizar uma escolha o médico ginecologista deve sempre ser consultado, para que esta decisão seja tomada em conjunto com o profissional.

    Seus Pais

    Seus Pais

    Eles conhecem você melhor do que ninguém e já passaram por isso também

    Seu Parceiro

    Seu Parceiro

    Vocês estão nessa juntos e não apenas durante a relação sexual

    PERGUNTAS FREQUENTES

     

      O anel pode escorregar ou acabar saindo da vagina durante a relação sexual, esforços de movimentos intestinais ou retirada de absorvente interno. Se sair, o anel deve ser enxaguado e recolocado logo que possível. Se ficar fora por menos de três horas, você ainda deve ter proteção contra gravidez. Se ficar fora por mais de 3 horas, é necessário recorrer a um método auxiliar de contracepção, tais como camisinhas, durante os 7 dias seguintes. O anel deve permanecer no lugar por pelo menos mais 7 dias depois de ficar fora por mais de 3 horas; isso pode significar o uso por mais de 21 dias no total desse mês. Depois disso, pode fazer uma semana de intervalo sem anel e então colocar o próximo. Para maiores informações consulte a bula do produto.

      O anel pode quebrar e daí perder a forma. Se ele permanecer na vagina, isso não deve reduzir a sua eficácia em prevenir a gravidez. Se ele quebrar e deslizar para fora da vagina, jogue-o no lixo e insira um novo.

      Se você deixar o anel contraceptivo na vagina por até 4 semanas (28 dias), você ainda vai estar protegida contra gravidez. Retire o anel vaginal usado e fique sem usar durante 1 semana. Passado esse intervalo de 7 dias, insira um novo anel.

      Se você deixar o anel contraceptivo na vagina por mais de 4 semanas (28 dias), retire-o imediatamente, verifique se você não está grávida e insira um novo anel, fazendo uso de um método auxiliar de contracepção nos 7 dias seguintes. Você pode ter sangramento irregular ou não ter período nesse mês.
      Você deve utilizar outro método contraceptivo, tais como camisinhas, até passarem 7 dias seguidos do uso do novo anel vaginal.

       

      É importante consultar seu médico ou um profissional da área da saúde para se certificar de que não esteja grávida antes do uso do anel vaginal. Fale com seu médico ou um profissional da área da saúde para obter mais detalhes e leia o folheto de informações que contém instruções gerais sobre como começar a usar o anel vaginal.

      Insira o anel logo que você lembrar e use outro método contraceptivo auxiliar durante 7 dias. Se você fizer sexo sem proteção depois de o anel ter ficado fora por mais de uma semana, pense seriamente em fazer uso de contracepção de emergência. Você não deve passar mais de 7 dias sem usar o anel, pois corre o risco de engravidar. Peça orientação a seu médico ou a um profissional da área da saúde.

      Não. Fique tranquila que depois de inserido na vagina, não há risco de o anel vaginal ser empurrado muito para cima ou se perder. Se você tiver dor durante ou após a inserção e não conseguir encontrar o anel contraceptivo na vagina, procure imediatamente atendimento médico.

      Não. O anel vaginal é feito de polietileno vinil acetato e, portanto, não é biodegradável, de forma que não se dissolve. Ele libera uma dose baixa de hormônios em seu corpo durante o intervalo de 3 semanas. Após esse período, você precisa retirá-lo, fazer uma pausa de uma semana e inserir um novo 7 dias após a retirada.

      Coloque o anel usado no sachê reutilizável em que é fornecido e jogue-o fora no lixo. Não o jogue no vaso sanitário.

      O uso de absorventes internos não reduz a eficácia contraceptiva do anel vaginal. Insira o anel antes de colocar o absorvente interno. Você deve prestar bastante atenção ao retirar um absorvente interno para evitar puxar sem querer o anel. Se isso acontecer, basta lavá-lo com água e reinseri-lo imediatamente.

      Durante o ato sexual, alguns parceiros podem sentir o anel contraceptivo na vagina. No entanto, alguns podem não gostar, enquanto outros não veem isso como problema.